Quais são os sintomas de gravidez?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Quando a menstruação atrasa, uma dúvida frequente passa pela cabeça da maioria das mulheres: será que estou grávida? No entanto, nem sempre é fácil interpretar os primeiros sintomas.

Pensando nisso, preparamos para você um guia sobre os primeiros sinais de uma gestação. Acompanhe.  

Quais são os primeiros sintomas de uma gravidez? 

 

1. Menstruação atrasada 

Geralmente, a menstruação atrasada é o sinal mais clássico de gravidez, ainda mais se o seu ciclo é regular. Quando ocorre a fecundação, o embrião se implanta na camada interna do útero (endométrio) e interage com ele formando a placenta. É produzido então, um hormônio chamado gonadotrofina coriônica humana, conhecido como hCG, detectado nos exames de gravidez. Esse hormônio estimula o organismo a produzir estrogênio e progesterona, que são responsáveis pelo espessamento e manutenção do endométrio, impedindo a menstruação. 

Essas mudanças hormonais também causam os sintomas característicos da gravidez como enjoo matinal, alterações nos sentidos do olfato e paladar, aumento no tamanho das mamas e oscilações de humor.  

2. Enjoos e vômitos

Enjoos são comuns nos primeiros meses de gravidez. Apesar de o enjoo ser chamado de “enjoo matinal”, nem sempre ocorre no período da manhã. Geralmente, eles costumam passar em torno da 16ª semana de gravidez. Para evitá-los, procure não ficar mais de três horas sem se alimentar e escolha alimentos mais secos como bolachas de água e sal e pães. Você também pode consumir frutas. 

Caso você vomite, espere um tempo até se alimentar novamente e evite escovar os dentes logo em seguida, faça apenas um bochecho com água. Com isso, você diminuirá a frequência dos vômitos. 

3. Cansaço frequente 

Um dos sintomas principais da gravidez é o cansaço. O aumento da produção de progesterona irá deixar você mais cansada e com falta de energia. A alta concentração desse hormônio também causa sono. Além disso, o metabolismo acelera e o organismo queima mais energia, o que pode levar à fadiga. 

4. Desejos por alimentos

Embora ninguém saiba ao certo o motivo pelo qual gestantes sintam desejo por determinados alimentos, alguns especialistas sugerem que esse desejo pode ser um sinal do organismo para alertá-las que nutrientes estão faltando na dieta. 

5. Vontade de urinar com frequência

A vontade de urinar com frequência é comum no início da gestação e é um sintoma normal, devido ao aumento da circulação de sangue no organismo. Durante o segundo semestre, a vontade de urinar frequentemente passa, no entanto, essa vontade tende a retornar nos meses finais. 

6. Seios sensíveis, formigando, inchados

Os hormônios da gravidez tendem a deixar os seios sensíveis, inchados e doloridos, o que já pode ocorrer até duas semanas após a concepção. 

7. Alterações na cor da pele

Outro sinal comum no início da gravidez é o escurecimento da área ao redor do mamilo (aréola). As cores de veias nos seios também alteram-se. 

8. Sangramento incomum 

Além de todos esses sintomas, também pode ocorrer um sangramento leve. Embora seja difícil associar um sangramento com uma possível gravidez, o sangramento leve pode ser um sinal, juntamente com outros sintomas. Esse sangramento é decorrente da implantação do zigoto no útero. 

Estou com sintomas de gravidez, quais são os exames disponíveis?

Quer tirar a dúvida? Se você percebeu um ou mais dos sintomas citados, é importante fazer um exame de gravidez.

Uma das maneiras mais rápidas de confirmar uma possível gestação é realizar um exame de sangue.

Esse tipo de exame já pode ser realizado em farmácias, por meio de Testes Laboratoriais Remotos, que entregam um resultado em poucos minutos. 

O que são Testes Laboratoriais Remotos? 

Testes Laboratoriais Remotos (TLRs) são aqueles exames realizados por um equipamento que fica fora do laboratório clínico, principalmente em locais de cuidado do paciente. 

A Hilab é um laboratório de análises clínicas pioneira neste tipo de serviço. No caso dos TLRs do Hilab, o resultado, além de sair em poucos minutos, é analisado por uma Inteligência Artificial e por profissionais do nosso laboratório de análises clínicas.

Ao fazer um TLR da Hilab, você ganha tempo, além da comodidade de se fazer um exame que não usa seringa na coleta e ainda entrega o laudo direto no seu celular – o que não ocorre quando você faz um exame convencional. 

Como funciona o exame de gravidez da Hilab? 

O exame de gravidez detecta a fração beta do hormônio hCG, a gonadotrofina coriônica humana, presente no sangue de mulheres grávidas.  Por ser um exame de sangue, ele possui menos interferentes quando comparado aos exames de urina, que também detectam esse hormônio. Por esse motivo, os exames de sangue são mais confiáveis quando comparados aos exames de urina. Para fazer um exame com o Hilab, é muito simples: 

  1. Você vai até ao estabelecimento parceiro, que pode ser uma farmácia, uma clínica ou um laboratório. 
  2. O profissional de saúde deste local fará um cadastro rápido que apresenta algumas perguntas importantes sobre o exame.  Essa etapa é chamada de anamnese, e contempla questões como: Você está tomando algum medicamento? Tudo isso para que o seu laudo tenha as observações corretas.  
  3. Em seguida, uma amostra de sangue é coletada por um pequeno furinho na ponta do dedo.
  4. Essa amostra é colocada em uma cápsula e é inserida no dispositivo Hilab. Em poucos minutos você recebe seu resultado por sms ou e-mail. O laudo é assinado por profissionais de saúde do laboratório Hilab e vem pronto para ser levado ao médico.

Quer fazer um exame com o Hilab? Entre no site e saiba onde encontrar. 

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Atenção ao pré-natal de baixo risco / Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. – Brasília : Editora do Ministério da Saúde, 2012. 318 p.

SADAVA, D.; HELLER, H. G.; ORIANS, G. H.; PURVES, W. K.; PURVES, W. K.; HILLIS, D. M.   Vida – A Ciência da Biologia. Volume III: Plantas e Animais. 8ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2009. 

Leia mais:

Gostou do artigo? Avalie

Média da classificação / 5. Número de votos:

Acompanhe novidades sobre saúde e bem-estar: assine a nossa newsletter.

Para entrar em contato com a central de atendimento é necessário aceitar a Politica de Cookies.